Domingo, 20 de Abril de 2008

...

†Vampiro da luz†


?..Fujo do sol, a luz se tornou decepção
Me escondo agora na noite fria, não quero amar.
Da mãe lua eu retiro, a coragem para viver
Ando pela noite, esperando um motivo para viver


Andei pela luz, pela luz do Sol.
Mas nada encontrei, além da decepção
Agora vivo no meu mundo, meu estranho mundo
Minha fortaleza, meu refúgiu, meu único mundo


Amigos noturnos, com corações obscuros
agora eu entendo, a luz do futuro
Pensava que eu era estranho, um ser diferente
mas agora eu vejo que o sofrimento tortura até as brilhantes mentes


Corro pela noite, mato insanamente
A insanidade matou meu medo de falhar
Corro e luto cegamente, amanhã tudo pode mudar
Enxergo as estrelas, e vou até elas sem pensar


Nas estrelas eu encontro a luz da noite,
seus olhos encantaram meu coração fraco.
Meu sangue agora é seu, meu corpo é todo seu,
Coração do vampiro novamente derrotado, e encantado,
Por uma estrela, que encantou meu coração com um simples brilho do seu olhar...?

----------------------------------------------

ESCRITO POR: Roberta Vampire


publicado por Roberta Vampire às 06:39
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Joyce Scarabelli de Almeida a 1 de Outubro de 2008 às 02:49
Parabéns Roberta. É um lindo poema. Adoro tudo que você faz.


De david a 13 de Abril de 2009 às 07:06
GOSTEI MUITO DO SEU BLOG FIQUEI MUITO FACINADO SEUS POEMAS NOSSA E UMA DELICIA LER CADA UM DELES POIS SOU FACINADO POR VAMPIROS OS QUAIS SAO SERES PERFEITOS BJUSSSSSSS SANGRENTOS SRTA ROBERTA


De cinthia ewen a 31 de Agosto de 2009 às 02:51
amei esse poema adorei seu blog quer se afiliar seu banner ja está no meu blog obrigada


De kartylla a 30 de Outubro de 2009 às 14:20
essas fotos esses poemas sao muito massa,maseu nao gosto de vampiros,mas essasdotos eu amei!!!!!


Comentar post