Domingo, 20 de Abril de 2008

...

VAMPIROS TAMBÉM AMAM

 

 

Buscando o prazer sentimental,

Na escuridão busquei a satisfação

De nossa primeira noite sexual,

Satisfiz a minha pagofagia

Na paixão, no prazer e na sedução.

 

Quando chego, tremes de temor.

Eu vivo o tormento da fotofobia

Porque em troca de teu sangue

Eu te alimento de muito amor.

 

Existe paixão, ainda que exista dor.

Sinto o gorgolejar de teu sangue

Quando teu pescoço mordo.

Teu olhar é  um açoite

De vulgar, mas sedutor estupor.

 

És minha parceira da noite,

És minha deusa imanente

Eu verbosidade sempre latente.

Eu sou apenas um arquétipo

De vampiro que seduz.

 

Na noite apenas uma mordida.

Na sombra sempre coexistir.

Hoje mitigas minha sede.

Só teu sangue consegue me saciar

Sou apenas um belo vampiro,

Que por toda a eternidade irá te amar.

----------------------------------------

EXTRAINDO DO SITE: www.bettyboopstar.com.br


publicado por Roberta Vampire às 07:53
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Bruxinha a 9 de Novembro de 2009 às 04:12
Amei este lindo poema...
simplesmente Belo...

parabéns...

continua


Comentar post